CORAJOSOS …

Publicado por el 8 noviembre 2007 y archivado en Brasil.

Graças à Deus … !!!

 

 

Uma “chapa” candidata a comandar o Padel gaúcho nos próximos anos, é uma das notícias que eu queria ouvir.

 

 

Outra, que é composta por gente “de dentro” do Esporte.

 

 

Terceira, ela se autodenomina de “ …OPOSIÇÃO VEEMENTE AOS ATUAIS DIRIGENTES. E que pretende “ … uma inevitável quebra de vínculo com o atual modelo” e “ … objetivos fortes e projetos novos para reerguer o esporte”.

 

Se depender de mim, eleitos, e assumindo, os integrantes dessa “chapa” pode ficar os próximos 30 anos frente à Federação Riograndense de Padel, desde que efetivamente consigam esses objetivos ora anunciados. E essa deveria ser a visão de todos quantos desejam o bem do Padel. O que não cabia mais era continuarmos com o apequenamento constante e progressivo do Padel gaúcho, promovido pela atuação dos atuais dirigentes.

 

Isso posto, cabe ainda, enumerar vários pontos para debate sobre esta sucessão:

 

1)       Grandes méritos e elogios aos integrantes dessa “chapa” pois propõem-se a comandar a Federação em um momento de total adversidade de imagem, organização e – presumivelmente – financeira. Candidatar-se quando uma Entidade está “bombando” é fácil Geralmente essa “moleza” sobra para os amigos e os apaniguados dos dirigentes que saem. Alguns nem saem.

 

2)       E quem pode dizer, neste momento, se surgirão outras chapas candidatando-se à empreitada? E se uma dessas não pode pretender representar e defender a continuidade do trabalho e modelo da atual diretoria? Só o tempo….talvez.

 

3)       Também que, alguma dessas eventuais candidaturas surgidas, não poderá vir melhor estruturada e composta dentro dos parâmetros legais segundo os Estatutos da FRP e destroçar ( jurídicamente falando ) essa Chapa ora anunciada? Sim, porque as regras desse jogo não são suficientemente claras, parece que ninguém tem interesse em mexer e nem falar sobre isto agora e nos últimos anos/pleitos os Estatutos não foram integralmente respeitados. E digo só PARCIALMENTE porque perfeitamente legal, segundo os Estatutos, dificilmente aparecerá alguma. Me arrisco a dizer que NENHUMA conseguiria hoje, enquadrar-se nesse perfil.

 

4)       Falando nisso … se chegam com “todo o gás”, porque será que os integrantes dessa “chapa” não anunciaram os nomes de todos os integrantes do seu grupo de trabalho? Do Conselho Fiscal e do Tribunal de Justiça Desportiva ao menos? Será estratégia? Só pode. Eu me recuso a acreditar que pretendam fazer um trabalho sério, sem esses Órgãos atuantes. OU que “deixem para depois” a escolha dos nomes.

 

5)       E porque, não enumeram préviamente, ao menos de forma genérica e ampla, uns quatro ou cinco objetivos principais e imediatos à eleição? Essa providência poderia arregimentar e agregar forças em torno de suas candidaturas e, dariam a todos nós, uma idéia mais concreta do perfil de trabalho a que se propõem.   

 

 

Encerrando, resta torcer que os acontecimentos, sejam eles quais forem, permitam uma melhora substancial em nosso Padel pois, piorar o coitado não pode mais…

Más noticias de pádel...
El Team SANE se corona TetraCampeón del Panamericano de Pádel de Menores en Brasil
España reconquista las Américas con un pádel de primera
Mundial de menores XI: Málaga 2017

 
Categorias: Brasil
Tags:


Flashpadel

PADEL.info 2002-2011. GOPADEL Álvarez Sereix, 9 03001 ALICANTE, España